Juntos somos mais!

Alimentos sobem menos, e inflação pelo IPC-S perde força

Os preços dos alimentos subiram menos na segunda semana de fevereiro, e puxaram a queda na taxa de inflação, segundo dados divulgados nesta terça-feira (16) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O Índice de Preços ao Consumidor – Semana, (IPC-S) ficou em 1,42% no período, 0,38 ponto percentual abaixo da taxa da semana anterior.
Apesar da taxa menor em relação à semana anterior, os preços dos alimentos tiveram a segunda maior alta entre os grupos de despesas pesquisados, de 1,94% (ante 2,45% na semana anterior) – menor apenas que a alta de 2,57% registrada em educação (4,23% uma semana antes).
Também ficaram menores, na passagem da primeira para a segunda semana de fevereiro, as taxas de transportes (de 2,25% para 1,91%), habitação (de 1,11% para 0,97%), vestuário (de 0,4% para 0,08%), comunicação (de 0,69% para 0,57%) e despesas diversas (de 1,6% para 1,51%).
Em contrapartida, apenas a taxa do grupo saúde ficou maior na mesma comparação, passando de 0,65% para 0,66%.

Itens

Entre os itens pesquisados, a maior influência de queda sobre o IPC-S veio de vestidos e saias, que ficaram em média 1,24% mais baratos. Também contribuíram as quedas nos preços de leite em pó (-1,92%), automóvel usado (-0,33%), perfume (-0,29%) e carne moída (-0,7%).
Na ponta contrária, as maiores influências de alta vieram de tarifa de ônibus urbano (4,84%), empregada doméstica mensalista (2,89%), tomate (11,56%), refeições em bares e restaurantes (0,72%) e curso de ensino superior (3,25%).

Fonte: G1

CORRESPONDENTE AUTORIZADO

@2014 VITA PROMOTORA - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Rua Princesa Isabel, 523 - Galeria Princesa Isabel - Sala 214

Centro - Natal/RN, CEP: 59025-971

SAUTO